Como se reconciliar com o namorado através da terapia

À primeira vista, você pode até achar estranho, mas tem como se reconciliar com o namorado em uma terapia.

Muitas vezes, as pessoas vinculam esse suporte psicológico a casais que já constituíram matrimônio.

Mas não se engane: é evidente que os benefícios se estendem a todo o tipo de relacionamento.

Quer voltar a conviver em harmonia com quem ama? Então, não deixe de conferir este artigo até o fim.

Entenda como se reconciliar com o namorado na terapia

Você, provavelmente, conhece a terapia cognitivo-comportamental pelo nome popular de terapia de casais.

Ela é uma oportunidade para que conflitos sejam resolvidos e que ambas as partes saiam fortalecidas do processo, ainda que ele culmine na separação.

Há quem busque esse apoio da psicologia para salvar o relacionamento, outros superar o fim dele e há também quem recorra à terapia para lidar com o ciúme exagerado ou um amor possessivo.

Seja qual for a motivação, perceba que não estamos falando de um processo válido apenas para quem alterou o estado civil.

Até mesmo namorados, que tanto se amam, mas ainda não moram juntos, podem se valer desse suporte para lidar melhor com incertezas, crises e todos os desafios comuns a um relacionamento amoroso.

Para tanto, é imprescindível seguir algumas etapas. Vamos a elas!

1. É preciso aceitar a ideia

Acredite, a terapia de casal funciona. Para isso, no entanto, é preciso que os participantes desejem se envolver no processo.

Ir aos encontros com um psicólogo contra a vontade estabelece uma predisposição negativa, que em nada ajuda para resgatar a harmonia do casal.

2. Exponha e respeite sentimentos

As sessões de terapia são uma ótima oportunidade para você expressar o que sente, falar sobre as suas angústias e deixar claro o quanto isso o incomoda.

Faça isso até mesmo para demonstrar que você se sente assim justamente pelo amor e apreço que tem pela outra pessoa.

Só tenha o cuidado de respeitar quando o outro decidir fazer o mesmo.

3. Tenha cuidado ao mexer no passado

Todos nós estamos sujeitos a erros, em maior ou menor gravidade.

Você não está indo à terapia para ignorar ou diminuir a sua dor, mas não há como se reconciliar com o namorado se insistir em apontar o dedo, mexer no passado e não assumir a sua responsabilidade.

4. Dê maior valor aos bons momentos

Seu namoro teve muitos momentos bons até aqui, não é verdade?

Não fosse assim, você não teria se apaixonado, nem cogitaria a terapia de casal para recuperar a harmonia.

Então, por que não relembrar as coisas boas e repetir programas agradáveis que fizeram juntos?

Mesmo pequenos gestos de carinho podem fazer toda a diferença.

5. Esteja pronta para seguir em frente

A origem de um conflito na relação pode estar em um erro tido como grave, algo que provocou muito sofrimento.

Mas se você disse ter perdoado, faça valer a sua palavra e torne isso realidade.

Deixar o passado no lugar dele significa que o casal está, de fato, pronto para seguir em frente.

Confie na terapia para a reconciliação

Neste artigo, apresentamos dicas sobre como se reconciliar com o namorado.

Cuidar da relação e valorizar o que um sente pelo outro independe do estado civil.

Então, se vocês estão juntos, ainda que não casados, a terapia oferece o ambiente perfeito e as condições ideais para resgatar tudo de bom que ainda existe na relação.

Na clínica Sexestima, você encontra o suporte que precisa com a descrição que deseja.

Visite o site, conheça o serviço e faça contato conosco.

Sexestima - Clínica de Sexologia e Terapia de Casal

Sexestima - Clínica de Sexologia e Terapia de Casal

A Sexestima é uma clínica de atendimentos psicológicos em sexologia e terapia de casal. Na Sexestima você irá desenvolver novas habilidades para alcançar seus objetivos no relacionamento conjugal e sexual.

Ultimas do blog

Fale conosco
1
Olá 👋
Posso te ajudar?