Conheça os sinais do relacionamento desgastado e o que fazer

o que fazer com um relacionamento desgastado_

Ninguém quer fazer parte de um relacionamento desgastado.

Afinal, quando o amor caminha para o fim, a convivência se torna protocolar: talvez ainda exista harmonia, mas os parceiros já não se comportam mais como um casal.

Como agir nesses casos? Será que tem como voltar ao que era antes?

É sobre isso que iremos falar ao longo deste artigo.

Relacionamento desgastado: o que fazer?

Um relacionamento pode se desgastar por uma série de razões.

A rotina, a ausência de novidades, a falta de tempo um para o outro. Tudo contribui para que um casal já não mais se veja como tal.

Só que isso não acontece da noite para o dia.

A relação envia sinais – falaremos mais sobre eles logo a seguir – e é preciso agir tão logo o alerta seja ligado.

Não é saudável deixar as coisas se ajeitarem ao sabor do vento, até porque a estagnação tem como próximo passo a crise, com brigas passando a fazer parte do dia a dia do casal.

É importante compreender o que cada um ainda deseja e espera do relacionamento. E o melhor lugar para isso é na terapia cognitiva-comportamental, popularmente chamada de terapia de casais.

Esse é um espaço onde, com o auxílio de um psicólogo especialista em relacionamentos, os parceiros reconhecem e aprendem a lidar melhor com os sentimentos – seus e também do outro.

Isso permite que, juntos, tomem uma decisão madura.

Pode ser por investir no casamento, é claro. Mas também pode caminhar para uma separação consensual, entendida como o caminho mais saudável para ambos.

Saiba quando o relacionamento está desgastado

Acabamos de entender a melhor forma de lidar com essa situação.

Mas antes de dar esse passo, cabe avaliar: será mesmo que se trata de um relacionamento desgastado?

Vamos falar agora sobre alguns comportamentos que podem indicar esse desfecho.

  • Convivência monótona: o casal troca poucas palavras, não tem assuntos em comum e há até certo constrangimento quando os parceiros estão a sós
  • Desinteresse sexual: a frequência das relações sexuais vai diminuindo sem motivo aparente, até que você nem lembra a última vez que transou
  • Ausência de carinho: estar perto pouco significa, já que não há gestos de carinho, como um beijo, um abraço e também palavras, como um “eu te amo” ou um simples “bom dia”
  • Falta de planos conjuntos: o casal não projeta um futuro a dois, não sabe o que vai fazer no próximo feriado, no Natal, na virada de ano e por aí vai
  • Discussões banais: qualquer situação, como um objeto fora do lugar na casa, serve de pretexto para uma discussão que passa longe de uma DR positiva.

Cabe repetir: se você identifica no seu relacionamento algum desses sinais, não deixe para depois. Procure ajuda especializada.

Relacionamento desgastado tem jeito

Falamos neste artigo sobre um relacionamento desgastado, o que está por trás dele e quais são os sinais que apontam para problemas na convivência do casal.

A principal lição que fica é que há solução. Sim, relacionamento desgastado tem jeito.

No entanto, depende de um passo inicial (que é buscar auxílio da terapia) e da vontade de ambos os parceiros.

Na clínica Sexestima, você encontra um ambiente profissional, com atendimentos marcados pela discrição e qualidade.

Visite o site para conhecer o serviço de terapia de casal e faça contato conosco.

Ultimas do blog

Gostaria de mais informações?