Sexestima - Sexologia e Terapia de Casal e Sexual

O que fazer quando o casamento está acabando

O que fazer quando o casamento está acabando, mas você não se sente confortável com o fim?

Diante dessa dúvida, muita gente se mantém firme no propósito de salvar a relação a todo custo, acreditando na ideia de lutar até o último instante.

Mas qual o limite do saudável nessa busca?

Quando vale a pena insistir e quando aceitar o término se mostra mais sensato?

É sobre como conduzir esse processo que iremos falar neste artigo.

Afinal, o que fazer quando o casamento está acabando?

Sua relação está fadada ao fim, mas você teima em não aceitar.

Há um lado bom nessa postura, que está no seu desejo de reencontrar a harmonia na vida a dois e resgatar todos os sentimentos bons que uniram o casal.

Mas há também um risco, que é o de causar ainda mais sofrimento em razão das tentativas infrutíferas de reencontrar dias que talvez só estejam vivos na lembrança.

Não é um momento fácil, realmente. A sua dor é compreensível. A angústia é natural.

Mas pare e reflita: por que o seu casamento está acabando?

E mais: será que a separação não é mesmo uma decisão mais madura e correta para ambos?

Não existe uma receita pronta que funcione bem em todos os casos, seja qual for o casal e a sua realidade.

É por isso que a decisão, pelo fim ou pelo recomeço, não pode ser individualizada.

Essa é uma resposta que ambos precisam buscar juntos.

Onde? Na terapia de casal.

Por que buscar respostas na terapia?

A terapia cognitiva-comportamental funciona como um meio de o casal entender e lidar melhor com o momento pelo qual está passando.

Ela serve tanto para amadurecer a ideia do fim da relação quanto para encontrar a melhor forma de reconciliação.

Se o desejo de ambos for evitar o divórcio, será importante descobrir no diálogo as suas fortalezas, os motivos pelos quais se apaixonaram e as lembranças dos momentos bons que viveram juntos.

Será como um resgate para que tudo isso possa ser vivido novamente.

Por outro lado, se os motivos que levam a pensar em separação forem suficientes para que essa seja uma decisão definitiva, que ela seja tomada em um processo maduro, sem julgamentos e marcado pelo respeito mútuo.

A terapia não é recomendada apenas para casais que enfrentam uma crise no relacionamento e desejam resolver seus problemas durante as sessões.

Ela também é muito útil para encarar o divórcio como uma etapa que, por vezes, é necessária.

Mas não espere que o terapeuta diga o que fazer quando o casamento está acabando.

Ele conduz as conversas, dá suporte às dúvidas do casal, ajuda no melhor discernimento de ambos, mas não é quem anuncia a decisão final.

Não estamos falando de um juiz, nem de um mediador.

Encare a terapia não como uma sindicância em busca de culpados, mas de soluções para a vida dos dois a partir de agora.

Se ela será vivida juntos ou separados, que seja uma escolha madura e decidida em conjunto.

Busque ajuda se o seu casamento está acabando

Neste artigo, falamos sobre o que fazer quando o casamento está acabando.

Em um momento de crise como esse, raramente estamos emocionalmente fortes para tomar uma decisão importante sozinhos.

E como estamos falando da vida a dois, não é correto tratar o assunto de forma individualizada.

Invista na terapia sem criar uma expectativa de reconciliação ou de separação.

Permita-se imergir no processo ao lado de quem ama para que, juntos, encontrem a melhor resposta para ambos.

Visite o site da clínica Sexestima e conheça o serviço de terapia de casal.

Se desejar, faça contato conosco e deixe a sua dúvida nos comentários.

terapia sexual
Sexestima - Clínica de Sexologia e Terapia de Casal

Sexestima - Clínica de Sexologia e Terapia de Casal

A Sexestima é uma clínica de atendimentos psicológicos em sexologia e terapia de casal. Na Sexestima você irá desenvolver novas habilidades para alcançar seus objetivos no relacionamento conjugal e sexual.

Ultimas do blog