12 curiosidades sobre o pênis que vão te surpreender

curiosidades sobre o pênis

O pênis tem sido objeto de diversas histórias, lendas, controvérsias e brincadeiras durante a história da humanidade.

Idolatrado por alguns povos antigos, o órgão sexual masculino tem lá suas peculiaridades e fatos interessantes.  

Pensando nisso, levantamos 12 curiosidades sobre o pênis que podem te surpreender — seja você homem ou mulher. Confira abaixo!

1) Tamanho médio

curiosidades sobre o pênis

Tema recorrente em conversas e estudos científicos, desde os anos 1940 tem havido esforços para chegar a um tamanho médio do pênis.

São muitas as pesquisas, amostragem e métodos de medição. Portanto, é comum encontrar dados divergentes na web.

Um estudo americano de 2014, feito com 15 mil homens, conclui as médias de 9,16 cm para o pênis flácido e 13,12 cm para o ereto.

Outro estudo chegou em um resultado um pouco diferente: 14,4 cm para o membro ereto.

2) Cigarro e obesidade podem “encurtar” o tamanho dele

Todo mundo sabe que fumar causa diversos danos à saúde, principalmente aos pulmões.

No entanto, a vida sexual masculina também pode se tornar vítima desse hábito, já que as substâncias tóxicas do cigarro prejudicam a fluxo de sangue até o pênis, dificultando a ereção.  

Além disso, estudos concluíram que fumar pode diminuir o pênis em 1 cm durante a vida devido à atrofia vascular e esclerose do corpo cavernoso.

Já a obesidade causa um acúmulo de gordura que esconde parte do membro sexual masculino. Um estudo evidenciou que a cada 15 kg perdidos, 1 cm do pênis “reaparece”.

3) O pênis “exibicionista” e o “crescente”

Muitas pessoas não sabem disso, mas o tamanho do membro flácido não é um indicativo das suas medidas quando ereto.

É que existem dois tipos de pênis: o “crescente” é aquele considerado pequeno em estado flácido, mas que pode triplicar de tamanho quando excitado.

Já o chamado “exibicionista” se mostra grande em estado flácido e ganha poucos centímetros quando ereto.

4) Não quebra, mas fratura

Aquela história de quebrar o pênis é mito, dado que o membro não tem ossos, o que seria necessário para essa ocorrência.

No entanto, é possível sim que ele sofra fraturas. Nesse caso, é necessário fazer uma ressonância e ecografia para diagnosticar a ruptura.

Dependendo do problema, pode ser recomendada uma intervenção cirúrgica.

5) Ser torto é normal

curiosidades sobre o pênis

Seja para direita, esquerda, cima ou baixo: a maioria dos pênis tem algum tipo de curvatura natural — e não é para se preocupar.

No entanto, também existe o caso da curvatura adquirida, onde pequenas lesões podem ocasionar o encurvamento.

Isso é o que acontece, por exemplo, na doença de Peyronie, que causa ereções curvas e dolorosas.

6) A timidez durante o frio

Não adianta, quando a temperatura começa a cair, o pênis e a bolsa escrotal — também chamada de “saco” — tendem a ficar tímidos e se esconder.

Em ambos os locais existe um músculo que se contrai quando as temperaturas baixam, retraindo o pênis.

7) Prepúcio e a fimose

O prepúcio é aquela pele retrátil que cobre a glande (cabeça do pênis). Ele funciona como uma capa protetora e é algo totalmente natural.

Todavia, algumas tradições religiosas — como a judaica — realizam o processo de retirada do prepúcio (circuncisão) em crianças ainda recém-nascidas.

Existem, ainda,  outras razões para realizar a circuncisão, o que é o caso da fimose, que acontece quando a pele do prepúcio se estreita, bloqueando a passagem da glande na hora da ereção.

Nesses casos, é preciso realizar o procedimento para que o homem possa ter uma vida sexual saudável e sem dores.

8) O segredo dos corpos cavernosos

Você já se perguntou como acontece a mágica da ereção peniana? Pois é, esse complexo sistema tem ligação direta com os chamados corpos cavernosos.

A parte interna do pênis é constituída por um corpo esponjoso, dois corpos cavernosos e a uretra.

A ereção acontece em um processo neuro-vascular que possibilita o envio de sangue a esses corpos cavernosos — que possuem um tecido esponjoso, fazendo o pênis expandir com o volume de sangue.

9) O pênis e o clitóris

Essa ainda é uma surpresa para muitas pessoas, mas a verdade é que o pênis e vagina têm uma origem em comum.

No início da gestação do bebê — durante aproximadamente 8 semanas — ambos os órgãos reprodutores são idênticos: um clitóris.

Depois disso, existe o desenvolvimento do membro correspondente ao sexo da criança: vagina ou pênis.

10) As disfunções sexuais do pênis

Sendo parte de um complexo sistema de funcionamento, são muitas as desordens que podem acometer ou influenciar a performance satisfatória do pênis.

Assim, tanto os fatores físicos como também os psicológicos podem ser a origem de disfunções. Confira as principais:

Disfunção erétil

Também chamada de impotência sexual, essa disfunção se caracteriza pela incapacidade do homem de ter e manter uma ereção satisfatória durante a relação sexual.

Ejaculação precoce

A ejaculação precoce, também conhecida como ejaculação rápida, atinge um a cada três jovens e se caracteriza pela falta de controle sobre a vontade de ejacular.

11) Não cresce nem diminui

Após o homem terminar sua fase de crescimento — por volta dos 18 anos — o pênis mantém o seu tamanho pelo resto da vida.

É importante notar que as cirurgias de aumento peniano não têm respaldo da comunidade científica e não são indicadas.

Deve-se, no entanto, desconstruir a ideia falocêntrica do sexo, que tem foco extremo no pênis, renegando tantos outros fatores importantes durante a relação sexual.

12) A parte mais sensível

Todo o pênis apresentada uma alta carga de sensibilidade, mas existe um ponto em especial: a glande.

Popularmente conhecida como “a cabeça do pênis”, essa parte tem um grande número de terminações nervosas, devendo ser estimulada com cuidado para não causar dor.

Além disso, outro ponto muito sensível ao toque são os testículos, já que possuem glândulas vascularizadas.

Como você pôde ver, o membro sexual masculino tem diversas complexidades e fatos interessante para ser explorados.

Também fizemos um texto super especial com 8 curiosidades sobre o clitóris. Para conferir, basta clicar aqui.

Alguns desses fatos sobre o pênis te surpreendeu? Ficou alguma dúvida sobre o assunto? Deixe sua opinião nos comentários.

Ultimas do blog

Gostaria de mais informações?