Entenda como controlar a ejaculação por mais tempo

Como controlar a ejaculação por mais tempo?

Se você está em busca dessa resposta, será que há um problema de ordem biológica ou a sua insatisfação pode ser fruto de preocupação e cobrança exageradas?

Neste artigo, vamos falar das causas daquilo que atrapalha a sua vida sexual e das formas de abordagens que podem ajudá-lo a estender a duração da relação sexual.

Tem como controlar a ejaculação por mais tempo?

Não faltam na internet artigos e vídeos que prometem dicas e técnicas sobre como controlar a ejaculação por mais tempo.

Muitas das recomendações podem fazer sentido e até serem úteis.

No entanto, se há insatisfação com o desempenho sexual, é importante saber que a solução não se dá como em um passe de mágica.

Não há milagres, simpatias ou remédios caseiros, mas apenas a ciência é que pode compreender o que causa o problema para combater o mal pela raiz.

Resumindo: tem como controlar a ejaculação por mais tempo, mas você vai ter que sair de casa.

Que tal começar procurando um médico?

Descartando fatores biológicos

Quando há disfunções sexuais, o primeiro passo é buscar auxílio especializado.

No caso da ejaculação precoce, é importante que o homem faça uma avaliação clínica ou consulte com um urologista.

O problema pode estar relacionado a alterações nos hormônios ou neurotransmissores.

Também é possível haver associação com distúrbios da tireoide, uma inflamação ou infecção na próstata ou uretra, além de danos no sistema nervoso cuja origem remete a um trauma ou cirurgia.

Importante ainda investigar a relação com o uso de medicamentos, especialmente psicotrópicos, que podem dar origem ao problema.

Em qualquer um desses casos, não há como controlar a ejaculação por mais tempo sem tratar primeiro a causa.

Investigando fatores psicológicos

Ainda que exista uma condição biológica presente, ela pode não ser a causa principal para a ejaculação precoce.

Não faltam pesquisas ao redor do mundo que relacionam a disfunção a aspectos psicológicos preponderantes.

Liderando as condições que levam a ela, estão o estresse e, principalmente, a ansiedade.

Ela pode atingir mesmo homens mais jovens, porém pouco experientes.

O principal indício de que aí está a origem do problema aparece na dificuldade de relaxar e se concentrar no ato sexual, o que leva a um medo crescente de gozar antes do desejado.

Vem daí a preocupação antecipada e uma cobrança excessiva sobre si próprio.

A verdade é que o homem precisa estar em condições emocionais adequadas para aproveitar a relação.

Quando isso não acontece, a ejaculação precoce pode se manifestar.

Na maioria das vezes, contudo, é esperado que isso ocorra em episódios isolados.

Conforme eles se repetem, é que procurar um sexólogo surge como único caminho para tratar o baixo desempenho sexual.

Ejaculação precoce tem solução

É inegável que há como controlar a ejaculação por mais tempo.

Mas como já alertado anteriormente, não se limite a técnicas que prometem a cura definitiva para o problema.

Exercícios de respiração e relaxamento certamente ajudam.

Já comprimir a glande ou interromper a penetração abruptamente são medidas mais paliativas, sem efeito prático.

Da mesma forma, procurar se distrair, se ausentando mentalmente por um período, só serve para afetar negativamente a qualidade do sexo.

Entenda que, para tratar a ejaculação precoce, você precisa de ajuda.

Como em qualquer caso de disfunção, é recomendável que os parceiros busquem juntos a terapia sexual.

Deixe a vergonha e o constrangimento de lado.

Confie no auxílio profissional, na qualidade e na descrição da abordagem.

Conheça o serviço relacionado à ejaculação precoce da Clínica Sexestima e faça contato conosco.

Ultimas do blog

Gostaria de mais informações?