Sexo anal: tire todas as suas dúvidas sobre a prática

sexo anal - tire suas dúvidas

Motivo de curiosidade e objeto de conversas e discussões, o sexo anal divide opiniões positivas e negativas.

Para alguns, a prática causa dor e desconforto. Todavia, para muitos outros, o sexo anal é uma ótima maneira para sentir e proporcionar prazer ao parceiro ou parceira.

Pensando nisso, desenvolvemos este texto com algumas perguntas e respostas que vão ajudar a sanar suas dúvidas sobre o assunto. Confira!  

O sexo anal sempre causa dor?

sexo anal causa dor?

Não. A prática, quando feita de certa forma e com alguns cuidados, pode ter o nível de dor reduzido ou ser até mesmo ser indolor.

Para tanto, é recomendado tomar algumas precauções importantes:

Sempre use lubrificante

A região anal não tem lubrificação própria, como a vagina, por exemplo. Portanto, é essencial o uso de um lubrificante, de preferência um específico para a prática e que seja a base de água.

Além disso, evite o uso de anestésicos que prometem eliminar a dor, já que eles podem aumentar os riscos de lesões — uma vez que a pessoa perde a sensibilidade na área.

Busque uma posição sexual confortável

A posição na hora do sexo anal tem grande influência sobre quão prazeroso a prática será.

Assim, é importante testar para encontrar a posição que te deixa mais confortável. As posições “conchinha” e “de quatro” são algumas das mais indicadas. .  

Esteja relaxada e confortável

Relaxamento é uma condição relevante em qualquer atividade sexual — o que não é diferente com o sexo anal.

Portanto, lembre-se de relaxar e eleve os níveis de excitação antes de iniciar a penetração.

É possível contrair Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) por sexo anal?

Sim. O sexo anal traz riscos de ISTs e deve ser feito sempre com o uso de preservativos.

Especialistas afirmam ainda que a prática é a forma mais comum da transmissão do vírus HIV,  portanto, a camisinha e exames de prevenção são essenciais.

Além disso, todas outras ISTs podem ser transmitidas pela prática (assim como no sexo vaginal): HPV, gonorreia, clamídia, herpes, hepatite C, etc.

O sexo anal provoca inflamações das hemorroidas?

Muitas pessoas acreditam que o sexo anal pode causar inflamações das hemorroidas. No entanto, a prática sozinha não ocasiona esse quadro.

Todavia, o sexo anal, quando realizado por pessoas que já possuem inflamação das hemorroidas, tem potencial de agravar a condição da doença.

Pode fazer sexo anal com alta frequência?

É difícil definir uma periodicidade ideal para o ato. No entanto, é possível afirmar que a prática corriqueira (diária) do sexo anal pode ser danosa.

Isso porque a região é sensível a traumas e pequenas fissuras pelo atrito constante.

Além disso, é importante notar que a penetração vaginal subsequente a penetração anal eleva os riscos de infecção urinária e vaginal.

É comum ocorrer sangramento durante a relação anal?

Não. Quando ocorre sangramento deve-se verificar a causa antes de prosseguir com a relação.

É comum haver fissuras e microfissuras na região anal, podendo essa ser a origem do sangramento.

Caso o quadro esteja se repetindo com frequência, é importante buscar aconselhamento médico antes de retomar a prática.

É possível chegar ao orgasmo pelo sexo anal?

Sim. A região é cheia de terminações nervosas e sua estimulação pode ser extremamente prazerosa.

Muitas mulheres relatam sensações orgásmicas durante a prática, especialmente com a estímulo simultâneo do clitóris.

Entretanto, para que isso ocorra, é preciso relaxamento e entrega durante a relação.

É importante fazer uma higienização antes e depois?

Sim. Cuidados higiênicos devem ser tomados para que a prática não cause nenhum problema aos envolvidos.

Essas precauções diminuem os riscos de contaminações bacterianas e ISTs.

Para a limpeza, podemos citar a evacuação antes de relação, higienizar o local com água e sabonete (antes e depois).

Sexo anal pode causar câncer no reto ou no intestino?

Não. A prática, quando realizada com cuidado e zelo, não tem nenhuma contra-indicação.

Portanto, esse é apenas um mito que não deve ser levado a sério.

É importante sim realizar as ações de higiene e proteção citadas neste texto para que a relação ocorra sem grandes problemas.

Além disso, a parte psicológica deve ser trabalhada, para que o momento seja de prazer e descoberta para os envolvidos — sem preconceitos e tabus.

E, caso você ainda tenha ficado com alguma dúvida sobre sexo anal, deixe um comentário abaixo que iremos responder.

Também gostaríamos de ouvir a sua opinião sobre o assunto.

Ultimas do blog

Gostaria de mais informações?