Sexestima - Sexologia e Terapia de Casal e Sexual

Homossexualidade X Religião

Não é possível que nos dias de hoje, em pleno século XXI ainda estejamos discutindo assuntos de extrema falta de categoria e mal gosto. A igreja deveria exercer o papel fundamental da caridade e não propagação dos pensamentos de meros humanos em nome de Deus.

Começo escrevendo este artigo com um tom de revolta devido ao fato de que a bancada dos evangélicos no congresso nacional, juntamente com psicólogos despreparados, pouco profissionais e antiéticos retomaram um assunto que desde o final do século passado está banido dos consultórios. Tratar ou curar homossexuais como doentes ou portadores de distúrbios e disfunções é no mínimo retroceder o que toda uma comunidade (científica ou não) já sabe que é mentira. Enquanto não nos tornarmos mais inteligentes, os políticos, as igrejas, a mídia e todos os meios de manipulação em massa continuarão nos controlando e fazendo com que assuntos como esse se tornem cada vez mais polemizados e mistificados. Ainda que não se haja descoberto totalmente as raízes da homossexualidade, seja ela genética ou aprendida, não é um problema comportamental e não se trata como tal.

É importante que se diga que a palavra homossexualismo foi banida dos nossos vocabulários na qual o sufixo “ismo” trazia consigo um caráter de doença para a orientação sexual passando a ser chamada de homossexualidade pelo CID 10, DSM-IV, Conselhos regionais e federais de medicina e psicologia. Essas são maneiras de tentar diminuir o preconceito ou o conceito equivocado que as pessoas continuam a ter pelo próximo devido ao simples fato de serem diferentes do tradicional.

Não podemos deixar de expressar nossa vergonha ao ver profissionais em psicologia misturando religião com o trabalho assumindo um conflito ético em rede nacional sem nenhuma punição. Isso só atesta e reflete a estrutura desorganizada que nosso país anda passando. Enquanto não mudarmos a mentalidade cultural onde existe uma desvalorização indiscriminada e sem escrúpulos por cor de pele, orientação sexual, raça, credo ou qualquer diversidade que exista, continuaremos sendo roubados por políticos que não sabem o mal que fazem à sociedade que os filhos deles viverão. Mantendo nossa sociedade ignorante com salários baixos aos professores nos impedem de mudar e o conhecimento é a maior arma para uma revolução popular.

Homossexualidade não é crime, não é doença, não é distúrbio, não é transtorno e não é diferença; é igualdade, justiça honestidade e naturalidade! Não há o que tratar nem o que curar.

 

Por Rodrigo Torres – Psicólogo e Sexólogo da Clínica Sexestima

terapia sexual
Rodrigo Torres

Rodrigo Torres

Psicólogo e Sexólogo, Máster em Sexologia Clínica, Saúde Sexual e Especialista em Terapia Sexual. Coord. Instituto Ibero-americano de Sexologia no Brasil, Del. Estadual Sbrash em Minas Gerais com mais de 15 anos de experiência.

Ultimas do blog