A Perda da Libido, também conhecida por Transtorno do Desejo Sexual Hipoativo, ou ainda desejo baixo, é um dos problemas sexuais que frequentemente afeta homens e mulheres em todo o mundo, e que por muitas vezes considerarem uma situação normal, não procuram uma solução.

As causas podem ser diversas e variar conforme a idade e o sexo. Nos mais jovens, comumente está ligada a problemas de ordem emocional, como baixa autoestima, depressão e ansiedade. A partir dos 40 anos, as mulheres podem ser afetadas pela progressiva diminuição de androgênios devido à transição para menopausa. Assim como os homens, a partir dos 45 anos, podem sofrer pela queda na produção da testosterona, conhecida como andropausa.

Outras possíveis causas orgânicas ou decorrentes do uso medicamentos precisam ser avaliadas com cautela, pois podem também provocar a diminuição do desejo sexual. Sendo possível ainda, que esteja relacionado ao estresse do dia a dia.

A dinâmica do relacionamento dentro das rotinas aceleradas, acentuadas pelo acúmulo de diversas funções e exigências. Além de problemas financeiros e a ausência de momentos dedicados ao casal, são intercorrências que podem prejudicar a comunicação, gerar distanciamento e afetar diretamente a vida sexual, com impactos significativos para as mulheres que possuem mais dificuldade em ter o sexo como um momento de prazer mesmo que nem tudo esteja bem.

Somado a isso, o abandono de projetos pessoais em detrimento dos filhos e do parceiro ou parceira, a cobrança social da juventude e da beleza em padrões, ainda fazem a balança pesar. O que acaba por afetar o desejo sexual de ambos.

Muitos casais costumam achar que o problema é a falta de amor, quando na verdade, o bem-estar é que é o fator determinante para manter a sintonia entre os dois. A sexualidade desempenha um papel importante na saúde física e psíquica e qualquer disfunção nesta área, em qualquer momento da vida, precisa ser avaliada com cuidado.

Fonte: Hospital Sírio Libanês

Ultimas do blog

Gostaria de mais informações?