Sexestima - Sexologia e Terapia de Casal e Sexual

Relacionamento vai e volta: é saudável isso?

relacionamento vai e vem - como lidar

Seu relacionamento vai e volta? Com muitos casais é assim.

Mas a repetição do cenário não significa que ele seja positivo e não cause algum tipo de sofrimento

Neste artigo, vamos abordar se esse tipo de relação pode ser saudável e como lidar de forma madura com a situação.

O que caracteriza um relacionamento vai e volta

Relacionamento vai e volta. Amor ioiô. Casa e separa, separa e casa.

Há diferentes formas de se referir a uma relação marcada pela instabilidade.

Em um dia, o amor parece prevalecer e vale aquela promessa de eternamente juntos.

No outro, o desentendimento retorna, assim como o argumento de “incompatibilidade”. Em consequência, cada um vai para o seu lado.

Quem está envolvido nesse turbilhão de emoções até tenta encontrar justificativa para ele.

Diz coisas como “a gente se ama, mas não dá certo” ou “brigamos muito, mas não conseguimos nos separar”.

Lembra até música sertaneja, vivendo “entre tapas e beijos”.

Seria engraçado não fosse também esse um tipo de relação tóxica e nociva à saúde mental, como veremos a seguir.

As consequências do vai e volta

relacionamento vai e vem - como lidar com ele

Um estudo recente, liderado pelo pesquisador Kale Monk, da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, conclui que um relacionamento vai e volta não é saudável.

Em sua conclusão, ele afirma que as chamadas “relações on-off” estão associadas a altas taxas de abuso, comunicação mais fraca e pouco comprometimento do casal.

Monk descobriu ainda que elas são absolutamente comuns, representando até 60% de todos os relacionamentos.

Para o autor, uma separação temporária nem sempre é ruim, pois pode ajudar os parceiros a enxergar a importância do outro e o desejo de estarem juntos.

O problema, como você deve imaginar, está na repetição.

Quando isso acontece, destaca o estudo, costuma haver associação a sintomas de sofrimento psicológico, como depressão e ansiedade.

Monk ainda aponta que, diante de um relacionamento vai e volta, só há dois caminhos possíveis: dar um fim definitivo nele, de forma consensual e madura, ou trabalhar para a sua estabilidade.

Como tornar sua relação saudável

Se você vive em um relacionamento vai e volta, é hora de dar um basta nele.

Qual vai ser a solução escolhida? Juntos ou separados?

Essa é uma decisão que o casal precisa tomar em conjunto, após conversar e fazer uma análise sincera dos prós e contras da relação.

Havendo interesse real em um futuro a dois, é hora de focar nos pontos fortes da união e corrigir o que não vai bem nela.

Por outro lado, se o correto parece ser cada um seguir o seu caminho, isso depende da aceitação de ambos.

Pode não ser fácil dar nenhum dos dois passos e se comprometer com ele.

É por isso que tornar uma relação saudável é um atitude que se favorece do suporte da terapia cognitiva-comportamental, a terapia de casal.

Com o auxílio de um psicólogo especializado no tema, os parceiros são conduzidos a encontrar as respostas que procuram e a definir o que desejam para o seu futuro.

Encontre na terapia o suporte para seu relacionamento

Cansado do relacionamento vai e volta? Permita-se dar o próximo passo e buscar o apoio da terapia.

Fale com seu parceiro ou parceira sobre as vantagens desse processo.

Conheça mais sobre ele em nossa página dedicada ao serviço de terapia de casal.

Na clínica Sexestima, você conta com profissionais especializados e experientes para lidar com esse tipo de situação.

Visite o site e faça contato conosco.

terapia sexual
Sexestima - Clínica de Sexologia e Terapia de Casal

Sexestima - Clínica de Sexologia e Terapia de Casal

A Sexestima é uma clínica de atendimentos psicológicos em sexologia e terapia de casal. Na Sexestima você irá desenvolver novas habilidades para alcançar seus objetivos no relacionamento conjugal e sexual.

Ultimas do blog